Arquivo de ‘Imigração’

Quanto Custa o Processo?

anotacao-lapis-calculadora

Sem dúvida um dos fatores que mais pesam neste processo todo – os custos!

Para imigrar é necessária uma preparação grande. E essa preparação envolve muito dinheiro.

Pensa bem, a primeira coisa é investir no estudo de francês. Estudar não é custo, é investimento, eu sei. Mas envolve gastos. E como não é um idioma que não tem tanta oferta para estudo, os preços costumam ser mais elevados também.

Depois tem todos os documentos, as traduções, as taxas para abertura do dossiê, para emissão de visto… Ai vem a euforia – e também o dinheiro “exigido”, a compra das passagens e talvez até o excesso de peso! Ou seja, muito dinheiro.

Já prevendo isso (e não querendo deixar outros projetos da vida “normal” de lado), resolvemos planilhar tudo – todos os nossos possíveis gastos e o que tivemos/estamos tendo, como nova documentação e estudos. Se você quiser baixar a versão que criamos, é só clicar aqui.

No final a pergunta “quanto custa?” acaba variando muito, principalmente devido ao número de membros na família.

Nossos gastos:

A gente sabe que a primeira pergunta é “quanto vamos gastar?”, por isso resolvemos dividir nossos gastos com vocês 🙂 Somos um casal sem filhos, ou seja, duas pessoas imigrando.

Para ver o quanto já gastamos com o processo, é só clicar aqui.

Cada caso é um caso, mas espero que tenhamos ajudado 🙂

Abraços,

Les Saints


Imagem: SBCoaching

Mudanças a Vista!

E tem mudanças à vista para o processo de Quebec!

Na última palestra que assistimos, a Perla foi bem clara: as regras atuais valiam até março de 2014.

Até esta data eles veriam uma série de fatores e poderiam fazer ou não mudanças, de acordo com as necessidades do Quebec. Pois bem, essas mudanças estão a caminho.

20140216-075929 PM.jpg

Ainda não se sabe o que vai mudar, tudo não passa de especulação. As informações oficiais ainda não foram anunciadas.

Aqui temos algumas especulações.

Cremos que muita coisa não vai mudar, algumas profissões devem se manter fortes, como enfermagem e TI. Mas acho que pode ter alguma “dança das cadeiras”, em profissões que estão lá na lista, mas que tem pontuação zerada. Pode ser que elas passem a pontuar. E, claro, entrar novas profissões na lista.

Outra coisa que achamos que vai ser mais exigida é o francês. Hoje em dia o aplicante principal somente que tem a obrigação de enviar testes de francês, achamos que isso pode passar a ser exigido do cônjuge também. O francês é bem importante lá no Quebec (a Ville do Quebec é ainda mais exigente, ninguém fala inglês por livre e espontânea vontade!), e muitas vezes somente o aplicante principal se preocupa em estudar muito o francês, mas o idioma é importante para os dois. E se eles (BIQ) prezam pela perenidade da língua francesa, isso pode passar a ser mais cobrado, por dois motivos: 1- a inserção na vida quebequense é mais rápida; 2- o governo economiza dinheiro na francisação dos imigrantes e ainda tem mais dinheiro injetado na economia.

Bem, nós não temos escolha a não ser esperar até abril para ver como serão as mudanças. Até poderíamos correr para apressar o envio dos documentos, mas não temos tempo hábil para fazer os exames de proficiência exigidos. Então de nada adianta querer correr agora, sendo que não temos como enviar nada agora. Vamos continuar estudando o francês, guardando dinheiro e nos informando sobre as mudanças, é tudo que podemos fazer.

Se você já tiver toda a documentação pronta, cabe já enviar, para evitar dor de cabeça.

A informação pode ser vista aqui (em inglês).

Imagem: Ezencutivo