Post salvo em ‘Economia’

Estamos vivos!

couple-busy

Olá, pessoal, como vão?

Entramos aqui para ver nossos últimos posts, e ficamos chocados com a data do último post: abril. Por isso viemos dizer: estamos vivos. Ou sobrevivendo, como dissemos há alguns posts.

Parece que foi ontem que ainda era abril. Dá para acreditar que já estamos no segundo semestre? Acredito que não. Este ano passou voando! E dá para acreditar menos ainda que nosso IELTS será em 3 semanas.

Estamos mais tranquilos do que deveríamos em relação ao teste. A Saints fez o TOEFL há pouco tempo, tirou uma nota excelente, e nós dois falamos inglês o tempo inteiro. A partir dessa semana começaremos a fazer alguns simulados para ver a estrutura da prova, enquanto aprimoramos nosso vocabulário escrito.

Nossa dúvida agora está se a Saints vai fazer o TEF, para conseguir os pontos no francês do Express Entry – ou até mesmo tentar uma vaga pelo Québec. Nosso maior impeditivo está sendo o financeiro: ainda não sabemos até que ponto o investimento de cerca de mil reais vale a pena (lembrando que pagamos 1600 pelos dois testes do IELTS).

Neste meio tempo conseguimos acertar todo nosso planejamento financeiro, para que o Canadá se torne um sonho possível. A crise não tem facilitado, os preços sobem em níveis estratosféricos, porém não deixaremos isso nos abalar. Aliás, temos tentado evitar a palavra crise, ou ficaremos desmotivados. Não porque ela não exista, mas sim porque ela torna as coisas um pouco mais dificultosas. Então resolvemos ajustar nosso estilo de vida ao nosso sonho, um sonho que todos sabemos ser caro.

Da nossa documentação das universidades, faltam apenas 1 diploma da pós graduação para que traduzamos e enviemos para validação no WES. Segundo nossas projeções até o final deste ano teremos tudo.

Vamos agora dar continuamento aos testes do IELTS, que é nossa principal meta no momento. Depois do dia 30 decidimos nossos próximos passos…

Abraços.

Les Saints.


Próximos passos…

Perdão pelo desabafo no post anterior! Essa coisa de processo de imigração deixa a todos cheio de medos e inseguranças, não? Mas chorar não adianta de nada, então temos que correr atrás do que é possível.

Sendo assim resolvemos listar nossos próximos passos.

infoprodutos-em-8-passos

Voltar a estudar francês

Como Quebec ainda não é carta fora do baralho, o francês continua no jogo. E se não escolhermos Québec, ter o francês fluente é um diferencial (o francês também é língua oficial do país).

Perto da nossa casa abriram turmas de básico e avançado com um bom preço, e resolvemos estudar. Na pior das hipóteses falamos um idioma a mais, e o valor nem pesa tanto assim no nosso orçamento mensal.

Marcar o IELTS

Independente do processo, o IELTS será super necessário. E olhando no site as datas disponíveis, tomamos um susto ao ver que só tem datas abertas em algumas cidades a partir de junho!

O IELTS é o teste de inglês aceito nos processos de imigração. A Saints tirou o TOEFL recentemente, mas infelizmente ele não serve. Então é nos prepararmos para pagar os R$700 da prova (sim, teve aumento de preço!) e estudar.

Esse provavelmente só A Saints vai prestar.

Organizar finanças

Não importa qual caminho seguiremos, esse passo é um dos primordiais. Como é cara essa brincadeira de imigração!

Os nossos gastos serão bem altos (ainda mais em época de câmbio desfavorável), especialmente se seguirmos o caminho do College. Então começamos a organizar nossas finanças de forma bem prática: listamos todos os nossos custos do processo em si (papelada + comprovação + passagens) e colocamos em uma tabela, e também cruzamos com o valor que temos investido (e que pretendemos aumentar consideravelmente a cada mês). Assim ficou bem fácil ver quão longe está nossa meta comparado ao que temos – e serve de incentivo para que guardemos cada vez mais dinheiro.

No momento nossa situação não está tão boa assim (voltamos recentemente de férias com uma grande viagem), mas com um pouco de disciplina conseguimos nos organizar – ou assim esperamos!

Para essa parte financeira, começamos a fazer um levantamento para um bazar de arrecadação de fundos. Vamos começar a nos desfazer desses itens para já injetarmos dinheiro em uma conta poupança.

Dica Importante: Abrimos semana passada uma conta poupança, em outro banco, para ser nosso cofre. Não queremos ter fácil acesso à esse dinheiro, e eventualmente cair em tentação. Então deixaremos lá esse dinheiro esquecido, com depósitos mensais, até ter uma quantia legal para outro investimento que renda mais do que a poupança. Indicamos!

Por enquanto esses são nossos passos, coisas que podemos começar a fazer agora para até médio prazo. Só para não ficar muito parado, né?

Alguém fazendo outras coisas? Conte para a gente, vamos adorar trocar figurinhas 🙂

Abraços.


1 2