Post salvo em ‘Mudanças’

O Jogo Mudou (de novo)

image

O jogo mudou de novo em Québec.

Depois de muitos rumores sobre o sistema de imigração para o Quebec nos moldes do express entry, hoje finalmente foi revelada essa intenção de forma bem clara pela ministra da imigração Kathleen Weil.

A província vai acabar com o processo no esquema “quem chegou primeiro leva”. O Mon Projet Québec veio com a idéia de pegar todos os perfis e pegar os que se adaptam melhor ao que o Quebec procura naquele determinado momento, e oferecer a imigração para eles.

Com isso o processo deve voltar a durar entre 3 e 6 meses. Hoje a espera está em anos.

Há também o compromisso de favorecer culturas e etnias minoritárias, e também não sabemos se refugiados entrarão nesse processo. Mais detalhes serão divulgados em breve.

Sinceramente?  Tenho sentimentos mistos sobre isso. Por um lado é bom para quem tem profissão com alta procura no Canadá,  mas isso vai acabar tirando mais o sonho de quem não tem profissões tão “urgentes” como TI ou engenharia, por exemplo. Com isso penso que quem não tem profissão em demanda (leia-se: a profissão não está na lista do site) vai ter sérios problemas em imigrar.

Com o tempo de processamento sendo mais rápido,  isso talvez faça com que abra novas vagas, e a economia gire mais rapidamente. Mas fica difícil apostar em algo, ainda mais com o compromisso do Canadá em receber 50 mil refugiados sírios.

Ainda não se tem detalhes de quando a operação entra em processo, mas continuamos acompanhando.

Mais detalhes (em francês) aqui.

E vocês, o que acharam disso?

Mais uma mudança!

É oficial: o Quebec quer nos deixar malucos!

image

Eu tento largar do Quebec, mas ele não me deixa.  Acho que nossa sina é nos mudarmos mesmo para a BelleProvince, e começarmos nossa vida gringa ali.

Sempre quando eu penso em desistir do projeto, e estou quase decidindo por outras províncias, algo acontece que me chama de volta para lá.

Bem, a última delas foi que o processo, que até então era 100% no papel enviado para lá, agora seria digitalizado. Isso causou alvoroço até ter sido lançado essa semana – e que claramente o sistema não aguentou. Há dias estou tentando criar uma conta, para ver a carinha do site, e não consigo.

Você pode acessar o site aqui.

Pessoalmente falando, o que mais mudou não foi o fato de ser manual ou online. Algo muito mais impactante aconteceu: agora não precisa mais ter trabalhado nos últimos cinco anos na área do seu diploma para pontuar (texto aqui no site oficial).

E o que isso muda? Tudo!

Estou aqui dando pulinhos, me desculpem. Eu teria que tirar uma nota abusivamente grande no francês (e que eu provavelmente não conseguiria) para pontuar e receber o CSQ em casa, e agora meu domínio garante 6 pontos, o que é um peso gigante a menos nas costas.

Ficaremos fora desta leva do processo, mas se ele vai de 18 de janeiro a 31 de março eu acredito que em abril deva abrir mais algum número de vagas – até porque com a quantidade de refugiados que o Canadá colocou como meta receber, eles precisam muito girar a economia (e arrecadar impostos) para não ter problemas financeiros.

O próximo passo agora é fazer o TCF, já que não temos ainda e ele é parte importante. Vou marcar a prova para março, então tenho dois meses para me preparar e arrebentar no francês. Nos desejem sorte!

E boa sorte para todos também.

1 2